A PERSEVERANÇA TRARÁ SUA RECOMPENSA

Caro leitor,

Chegamos a outro ponto importante na vida de um vendedor:

O CLIENTE NÃO QUER COMPRAR SEU PRODUTO

Por melhor vendedor que você seja este tipo de situação pode acontecer um dia ou outro, mas não se preocupe, pois, na maioria das vezes não é por sua causa. Seguem alguns motivos que podem levar o cliente a não adquirir seu produto:

– Ele acreditar que não precisa do seu produto
– Já possuir um fornecedor e estar satisfeito com ele (afinal não se mexe em time que está ganhando)
– O valor percebido do seu produto não atingiu o necessário para aquisição
– Recebeu informações que denegriram seu produto
– Seu produto é desconhecido no mercado

Poderia passar outros exemplos, mas os principais (até onde eu saiba) são os apontados acima. A partir deste ponto vem o questionamento: – Qual deve ser a minha atitude junto a estes clientes?

Baseado na certeza que você fez uma prospecção dentro dos padrões exigidos, criou um diagnóstico na primeira visita reforçando que tem em mãos um cliente potencial a minha dica é:

CONTINUE VISITANDO O CLIENTE!

Visitando-o constantemente você estará se aproximando, levando sempre informações sobre seus produtos. Demonstrando que você realmente se importa com ele e está disposto a investir tempo e atenção. 
Isto fará com que a empresa que representa esteja sempre na cabeça do cliente, deixando de ser uma marca desconhecida. Conhecendo melhor seu cliente conseguirá encontrar uma maneira de demonstrar que o produto é necessário para a realidade dele. Terá condição de levar abaixo as informações que denegriram o produto. Mas o principal de todos é que no momento onde seu concorrente, por qualquer motivo, falhar dará total abertura para que prove o valor do seu produto.

Como já havia colocado antes, venda foi, é e sempre será relacionamento. Visitas constantes permitem a melhoria no relacionamento com seus clientes potenciais ou clientes ativos.

Lembre-se não deixe de dar atenção aos seus clientes ativos, lembre-se que são um patrimônio da empresa e MUITO MAIS do vendedor. Sempre esteja disposto a aproximar-se dos clientes, pois será muito mais difícil para um comprador tirar seu produto de linha do que outro de um vendedor que não seja presente.

Pense nisso e BOAS VENDAS!

Christiano Guimarães

* Texto tirado do blog da CPG Consultoria – www.cpgconsultoria.blogspot.com.br